Hello, World!*

A primeira sexta-feira 13 de 2012 e início efetivo do blog. Qual a relação? Nenhuma, mas eu cismei que queria nesta sexta e agora vou fazer o possível para postar algum conteúdo útil com alguma frequência.

Pois bem, se você ainda não clicou alí encima para saber sobre o Autor (eu) ou Sobre o Blog (este) essa é uma boa hora para fazê-lo. Vai lá, eu prometo que não saio daqui.

Pronto? Maravilha.
*ca-ham*

Pois bem, eu quero usar este blog para postar algumas ideias como um sistema caseiro de RPG, histórias em quadrinhos, contos, jogos digitais… E  o que mais der na telha.
Só que não é para ser portfólio online. Eu quero “desconstruir” alguma das coisas que fizer, mostrar as peças do relógio para tentar entender como ele funciona (ou deixa de funcionar).
E também vou tentar mostrar algumas engines de desenvolvimento de games e talvez uma notícia ou outra, mas tudo de forma descontraída.
O blog anda está no começo, mas espero que possa crescer aos poucos e ficar com uma cara mais simpática.

Vou então aproveitar esta primeira postagem para explicar porque eu gosto dessas formas de arte respondendo uma única pergunta que muitos aspirantes já devem ter ouvido.
“Por que se importar com essas bobagens de jogos, quadrinhos e blablabla? Por que se aprimorar logo nisso ao invés de coisas verdadeiramente úteis?”

É simples.
Sabe aquele filme, livro, jogo ou história que fez você pensar melhor sobre um assunto, sonhar acordado, ou pelos menos dar boas risadas?
Tudo começou com uma simples ideia. E foi se desenvolvendo até chegar em você e mexer com seus sentimentos.
É provável que você deva até mesmo um pouco da sua personalidade a várias pessoas talentosas que dedicaram um pouco do seu tempo para fazer essas “bobagens”. Eu sei que eu devo.

E eu quero fazer o mesmo que elas. Fazer alguma diferença na vida de alguém.

E não se esqueça!
“Ninguém é tão grande que não possa aprender, nem tão pequeno que não possa ensinar”


Por hoje é só. Volte sempre! “And thanks for all the fish!”

*Não. Eu não esqueci de trocar o título padrão do primeiro post do WordPress. “Hello World” é um daqueles “ritos de passagem”, sabe? É como quando você começa a aprender animação no Flash e então você começa a movimentar uma bolinha pela tela, ou talvez o “Good morning, my name is…” das aulinhas de inglês. Se você está começando a programar, provavelmente uma das primeiras coisas que vai aprender independente da linguagem usada é fazer aparecer esse “Hello, World!” na tela através de um printf ou algo que o valha. Bom, vamos manter algumas tradições vivas.

Anúncios

1 comment so far

  1. Erick Mendonça on

    Boa! Eu tento manter pelo menos um post lá no meu, mas ainda não animei pra falar de criação de games. Acho que com esse seu blog posso me animar!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: